#

FRSB realiza reunião em Florianópolis

 Representantes da Federação Regional Sul Brasileira (FRSB) estiveram reunidos no dia 23 de maio, em Florianópolis para debater a atual representação nacional dos médicos e desdobramentos. O encontro integrou a comemoração dos 35 anos do SIMESC.
O assessor jurídico do SIMESC, Rodrigo Machado Leal, iniciou o encontro com uma palestra sobre a Responsabilidade Civil do Médico. Dados do Tribunal de Justiça mostram que nos últimos cinco anos aumentou em 1.600% o número de processos contra estes profissionais.
“O médico deve sempre preencher o prontuário com o máximo de informação possível, apresentar o Termo de Consentimento Informado completo, procurar um assessoramento técnico e contratar um seguro de responsabilidade civil“, orientou Rodrigo.
Federação Médica Brasileira
Os dirigentes relataram a participação no encontro realizado no dia 21 de maio, em São Paulo para discutir a Federação Médica Brasileira (FMB). A nova Federação seria uma alternativa à Federação Nacional dos Médicos (Fenam), devido às arbitrariedades realizadas pela diretoria.
“Não havia opção além deste racha. A insatisfação de diversos sindicatos do país com as atitudes da Fenam é muito grande”, declarou o vice-presidente da FRSB e presidente do SIMESC, Cyro Soncini.
A presidente da FRSB e vice-presidente do SIMERS, Maria Rita de Assis Brasil, salientou que embora a Fenam não reconheça a atual diretoria da FRSB, os trabalhos seguem normalmente. “Nós estamos legalizados, temos toda a documentação e continuaremos a nossa luta”.
Entenda o caso Fenam X FMB
Os impasses começaram nas sessões plenárias do Congresso Extraordinário “Charles Damian”, realizado no Rio de Janeiro entre os dias 29 e 30 de novembro de 2014, no qual o presidente da Fenam, Geraldo Ferreira Filho, “aprovou” mudanças no Estatuto da Federação, inclusive uma que visa ampliar o mandato do presidente, com atitude autoritária, ditatorial e discriminatória, sem debate das propostas entre os delegados dos sindicatos estaduais presentess e sem votação, além de ameaçar representantes da categoria.
Em reunião do Fórum de Resistência Democrática, realizada em março, os sindicatos elaboraram uma carta de princípios, na qual expressam seu descontentamento com as irregularidades da atual presidência da Fenam e parte de sua diretoria. A carta foi assinada por diretores de 19 sindicatos, dos 35 formalmente regularizados e três, das seis regionais da federação, além de estarem presentes mais de uma centena de diretores de diversos sindicatos do país.
Os sindicatos que assinaram a carta são:
São Paulo, Campinas, Santos, Sorocaba, Niterói, Pernambuco, Paraíba, Alagoas, Ceará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Acre, Rondônia, Roraima, Pará, Tocantins, Mato Grosso, Anápolis, Amapá.
Próxima reunião FRSB
Ficou estabelecido que a próxima reunião da FRSB será realizada em agosto, no Rio Grande do Sul. Integram a FRSB os sindicatos do Rio Grande do Sul (SIMERS), de Santa Maria (SINDOMED), Rio Grande (SIMERG), de Novo Hamburgo, do Sul-Catarinense (SIMERSUL) e de Santa Catarina (SIMESC).


  • 850062bfd775477b8bd32b1e9f5fd240.jpg
    850062bfd775477b8bd32b1e9f5fd240.jpg
  • 96f1197dc51c4f5e8f3902b498ebf816.jpg
    96f1197dc51c4f5e8f3902b498ebf816.jpg
  • 6fb54425ac174abebb40b2b17a0f680e.jpg
    6fb54425ac174abebb40b2b17a0f680e.jpg
  • 3a733ad0256d4f1690a43a301d047b6f.jpg
    3a733ad0256d4f1690a43a301d047b6f.jpg
  •